| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
VIOLÊNCIA

Delegado vai ouvir detentos, agentes e diretor da Penitenciária

Inquérito policial investiga o assassinato de um dos presos, que teve o coração arrancado

Todos os presos que estavam na cela, agentes e o diretor da Penitenciária Industrial de Blumenau terão que prestar depoimento na 2ª Delegacia devido ao assassinato de um dos detentos, ocorrido na noite desta terça-feira (15). Eles serão ouvidos a pedido do delegado Juraci Darolt, responsável pelo inquérito instaurado para investigar o caso. 

Alexander Alves, de 27 anos, estava preso pelo crime de tráfico de drogas e teve o coração arrancado pelo assassino. O detento ocupava a cela 59, na galeria G da penitenciária, a chamada galeria "segura", onde ficam os detentos ameaçados de morte.    

De acordo com o Departamento de Administração Prisional (Deap), o corpo do detento foi encontrado por volta das 21h e o colega de cela teria confessado o crime. Além disso, o Deap garantiu que todas as providências legais e periciais foram tomadas. O laudo do Instituto Geral de Perícias (IGP) é que vai apontar as circunstâncias e causa da morte.  



LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |