| ASSINE | ANUNCIE
| | | |

BALANÇO

Corpo de Bombeiros atendeu a menos acidentes em 2018

11 Janeiro 2019 18:00:00

Em 2018, a corporação atendeu em torno de 14% a menos de ocorrências de trânsito em relação a 2017

Redação Jornal Metas
PAG(8)_ABRE.jpg
Foto: Arquivo Jornal Metas
Apesar da redução no número de ocorrências, acidentes de trânsito ainda lideram as estatísticas

Em 2018, o Corpo de Bombeiros Militar de Gaspar foi acionado para atender 1.398 ocorrências na cidade - apenas 26 chamados a mais do que em 2017, quando foram registrados 1.372. As estatísticas oficiais referentes ao ano passado foram divulgadas nesta semana e um dado chama a atenção: a diminuição dos acidentes de trânsito. Apesar das colisões ainda liderarem, com folga, os números dos atendimentos, foram 77 acidentes a menos do que em 2017 (em torno de 14%). Enquanto no ano passado os bombeiros atenderam 558 acidentes, em 2017 foram 635 deles. Para o soldado Valmir Martins, a queda na estatística está ligada ao trabalho de prevenção, que envolve palestras e projetos sociais, como o Cidadão Consciente, Bombeiro Mirim, Bombeiro da Melhor Idade, entre outros. "Notamos que a conscientização da comunidade está surtindo efeito a longo prazo e, apesar da redução do número de acidentes, não vamos relaxar a nossa preocupação com a segurança das pessoas nas estradas. Estamos certos de que ações preventivas nas escolas é uma boa estratégia para preparar os futuros motoristas", defende.

Depois dos acidentes, aparecem os atendimentos pré-hospitalares: 475 chamados foram registrados - 65 a mais do que em 2017. Porém, conforme explica o soldado, este aumento tem ligação direta aos atendimentos realizados nos dias em que o Samu estava sem viatura e os chamados foram atendidos de forma integrada. "Sendo assim, podemos considerar que tivemos uma queda nestas ocorrências. Isto porque os projetos sociais destinados a diferentes faixas etárias ensina a comunidade como ela deve agir em muitos destes casos e a identificar o que é ou não emergência", ressalta.

O soldado também alerta para os casos de incêndio: apesar do aumento do número das ocorrências ter sido pouco em relação a 2017 - apenas 10 chamados a mais - ele ressalta a grande proporção de incêndios florestais, em comparação aos incêndios em edificações. "O clima muito seco contribuiu para os incêndios em vegetação. Mas, muitas vezes, eles iniciam após a queima irregular de lixo ou até mesmo pelo descarte de uma bituca de cigarro. As queimadas, além de serem crime, são extremamente perigosas, pois as chamas podem se alastrar rapidamente e atingir a mata e residências próximas", explica. 

Outro fator que merece destaque, de acordo com o soldado Valmir, é a categoria salvamento/busca/resgate, que engloba, além de outros atendimentos, o resgate veicular (presos em ferragens). "Essa estatística é registrada junto aos acidentes de trânsito para verificarmos as colisões de maior gravidade e utilização dos equipamentos de desencarceramento e analisarmos quais os investimentos devem ser priorizados. Percebe-se que os resgates tem ocorrido com mais frequência na cidade, já que temos uma rodovia federal com grande fluxo de veículos e que está em obras, trechos onde foram registrados diversos acidentes", afirma. O Corpo de Bombeiros de Gaspar também colocou em prática em 2018 dois novos projetos: no ano passado, tiveram início as atividades do Bombeiro da Melhor Idade e Projeto Golfinho. Em 2019, o pelotão começou os trabalhos com reforço no efetivo: em dezembro, chegaram à cidade 12 novos bombeiros - em contrapartida outros cinco socorristas foram transferidos para cidades da região. 

Ilhota
Durante o ano de 2018, os Bombeiros Voluntários de Ilhota atenderam 1.746 ocorrências - um aumento de 5% em relação às estatísticas de 2017. Na sexta-feira (11), a unidade completou 14 anos de atividades no município.

 

 

Imagens



LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |