| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
PREVENÇÃO

Bombeiro Especial forma nova turma

Desta vez, programa foi realizado com a AMA


Alunos receberam medalha e certificado durante solenidade realizada na tarde de terça-feira (1) / Foto: Kássia Dalmagro - Jornal Metas /

O corpo de Bombeiros de Gaspar formou na terça-feira (1) uma nova turma no projeto "Bombeiro Especial". Ao todo, 16 alunos, entre seis e 20 anos, receberam medalha e certificado de participação nas atividades. Conforme explica o comandante do Corpo de Bombeiros de Gaspar, tenente Douglas Machado, a ação aconteceu durante o mês de setembro, com crianças e jovens atendidos pela Associação de Pais e Amigos do Autista (AMA). "Esta é a segunda turma que se forma no Bombeiro Especial em Gaspar. A primeira delas contou com a participação de alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae)", afirma. O programa surgiu na unidade gasparense e, segundo o comandante, é uma adaptação de projetos já existentes no Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, como o projeto Golfinho, Bombeiro Mirim e Bombeiro da Melhor Idade.

 "O objetivo é contemplar toda a sociedade, prevenindo emergências e ensinando para as pessoas a melhor forma de se lidar com estas situações", justifica. A escolha pelos autistas foi uma sugestão da secretaria de Assistência Social, que apoia a iniciativa. Antes de iniciar o programa com a AMA, os bombeiros passaram por uma formação com a palestrante da associação, Carmem Pit. "É um público especial, que merece a nossa atenção. O programa inclui teoria e atividades práticas, realizadas sempre de uma forma lúdica", explica o comandante. Os bombeiros da unidade se revezam nas instruções.

A presidente da AMA, Eliane Schmitd, ressaltou a importância do projeto e afirma que o feedback dos pais foi bastante positivo. "Muitos autistas tem fascínio pelos bombeiros, então, para eles, foi uma grande realização. Além disso, há uma grande incidência de mortes entre pessoas que possuem o transtorno devido a acidentes ou afogamentos. Sendo assim, é fundamental que eles aprendam sobre alguns perigos e como eles podem ser evitados", diz. Ela afirma que os alunos interagiram bastante com os instrutores durante os encontros. "Eles questionaram muitas coisas e, quando os autistas perguntam sobre algo, é porque estão aprendendo", ensina. 


LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |