| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
FUTEBOL

Vai começar a edição histórica

A bola rola, neste sábado, para a 20ª edição do torneio de suíço

Alexandre Melo - jornal@jornalmetas.com.br


Vinte e quatro times iniciam a disputa da Taça Point/89FM/FMEL Gaspar / Foto: Lucas Figueiredo/CBF/

A 20ª edição da Taça Point/89FM/FMEL Gaspar começa neste sábado (7) cercada de expectativa. A competição volta ao seu formato original, com 24 equipes e quatro grupos. No total, serão disputados 76 jogos. 

Classificam-se os quatro melhores de cada grupo para as oitavas de final. Os jogos passam então a ser no sistema mata-mata,. A organização ainda não decidiu onde vão acontecer os dois últimos jogos - disputa de 3º lugar e a final. A premiação, sim, já está definida. O campeão leva R$ 8 mil, enquanto o vice, terceiro e quarto colocados recebem R$ 3.500,00, R$ 1.500,00 e R$ 1.000,00, respectivamente.

O torneio, que começou praticamente com patotas de Gaspar, hoje recebe times de várias cidades da região. Neste ano, 12 equipes são de Gaspar, sete de Brusque, três de Blumenau, uma de Ilhota e uma de Itajaí. Muita se fala que essa poderá ser a última edição da Taça Point. O criador e organizador da competição, Rubens Benevenutti, o Binho, porém, não acredita. "Já existem pessoas interessadas em continuar com o campeonato, eu encerrei este ciclo, vou continuar no apoio, mas tenho outros projetos também na área esportiva", justifica.

Binho aproveitou para agradecer todo o apoio que recebeu nas 20 edições da Taça Point, incluindo patrocinadores, equipes, árbitros e toda a comunidade de Gaspar. "Sinceramente, nunca imaginei que esse campeonato ganhasse essa dimensão e fosse tão longe", afirma.

E, se de fato essa é uma edição histórica, não poderia faltar campeões como o Madureira, que venceu as duas primeiras edições. Jean Carlos Ferreira, atual presidente, diz que disputar campeonatos não é mais o foco, mas que a participação na histórica 20ª edição foi um pedido pessoal do Binho. "A gente tem uma patota que joga todas as segundas-feiras no Campo da Hora, mas existe uma amizade grande com o Binho, não tem como recusar o convite". Do time campeão de 2000/2001, o Madureira vai contar com Edmir Zaghini e o conhecido goleiro Adilson Chiesa, o Caibi. A equipe vai reforçada para o torneio. "Vai ser bacana participar de novo", afirma Jean.

O Fofix, campeão em 2012, também está de volta. "Nosso time tem participação importante na história da competição, então não pensamos duas vezes e decidimos disputar. No Torneio do Trabalhador deste ano o Fofix disputou e venceu, isso ajudou a motivar ainda mais o pessoal. Muitos de nós estávamos jogando em outros times, então era só formar a equipe e reorganizar a estrutura", explicou o presidente Mauri Reinert Junior. 


LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |