| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
FUTEBOL

Libertadores em campo

Palmeiras tem COVID-19 como principal adversária e Inter tenta apagar as chamas da crise


Foto: Cesar Greco/Palmeiras/

A semana é de Copa Libertadores da América. Dezesseis clubes disputam as oito vagas nas quartas de final da competição. Os jogos de ida começaram na terça-feira (24), com três brasileiros em campo - Flamengo, Santos e Athletico-PR, e continuam nesta quarta-feira (25) com mais quatro jogos, sendo dois deles envolvendo brasileiros.

No primeiro, o Palmeiras está no Equador para enfrentar, a partir das 19h15min, o Delfin. O time tem uma série de desfalques para o confronto. Um dia antes, o técnico do Palmeiras, o português Abel Ferreira, não sabia exatamente quem escalar porque 18 jogadores estão contaminados com a COVID-19 e outros quatro lesionados, sendo um deles Luiz Adriano. Antes do embarque para o Equador, os jogadores realizaram novos exames para saber quem poderia viajar.

Mais tarde, às 21h30min, será a vez do Internacional receber o argentino Boca Juniors. O problema do time gaúcho não é o coronavírus, mas o mau momento técnico. O time não vence no Brasileirão há cinco jogos. Com o técnico Abel Braga no comando foram quatro jogos, dois pela Copa do Brasil. O time perdeu o primeiro confronto contra o América-MG e venceu o segundo, mas acabou eliminado nos pênaltis. Já pelo brasileirão, o time perdeu para Santos e Fluminense. Antes, já havia perdido para Corinthians e empatado com Coritiba.

O retrospecto do colorado na Libertadores não o credencia como favorito para o jogo. O time se classificou com apenas oito pontos, sendo uma das três piores campanhas entre os classificados.

Fora de campo, as divergências internas estão desestabilizando o grupo. O ídolo D'alessandro convocou uma coletiva de imprensa, na segunda-feira (23), para anunciar que está deixando o clube no final do ano, quando encerra seu contrato. O meia colorado, que vestiu por mais de 500 vezes a camisa do bicampeão da Libertadores, deixa o clube atirando contra dirigentes e imprensa. Ele pediu mais união pelo Inter. É neste ambiente hostil que o time de Abel vai tentar superar o temível Boca Juniors, a quinta melhor campanha na primeira fase. O Inter precisa vencer e ainda não tomar gols, porque nesta fase tem gol qualificado.

Classificado para as semifinais da Copa do Brasil e em ascensão no Brasileirão, o arquirrival, Grêmio, joga na quinta-feira (26) contra o Guarani, em Assunção, no Paraguai. De contrato renovado até fevereiro de 2021, o técnico Renato Gaúcho tem poucos problemas para escalar o time que inicia o mata-mata em busca do quarto título continental. Ausência certa é a do zagueiro Kannemann, expulso contra o América de Cali. Além dele, Alisson e Maicon, ainda lesionados, também irão desfalcar o tricolor.


LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |