| ASSINE | ANUNCIE
FUTEBOL

Estaduais ainda não empolgam

09 Fevereiro 2018 16:11:25

Rio de Janeiro à parte, campeonatos são longos e monótonos

Thomas Madrigano
grew1.jpg
Foto: LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA
Campanha do tricolor preocupa comissão técnica e torcedores

Enquanto alguns campeonatos regionais seguem em banho-maria, tratados mais como pré-temporada do que encarados como uma competição, em outros a emoção começa a aparecer.

É o caso do Campeonato Carioca, que, apesar do baixo nível técnico das equipes, é um torneio de tiro curto, e torcedores de três times já vivem o clima da decisão da Taça Guanabara. Na primeira semifinal, disputada na noite de quinta-feira (8), o Boavista conquistou a vaga à final ao empatar com o Bangu pelo placar de 2 a 2, devido à melhor campanha na fase de grupos.

O seu adversário será conhecido na tarde deste sábado (10), a partir das 16h30min, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, onde Flamengo e Botafogo, os dois únicos grandes que se classificaram, duelam pela direito de ir à final.

O Alvinegro vai para a decisão  abalado pelo vexame protagonizado na Copa do Brasil - a equipe foi eliminada pelo Aparecidense, de Goiás, o que gerou revolta até do patrocinador. Já o Flamengo chega para a partida com o a melhor campanha da fase de grupos. Além disso, o elenco superior confere o status de favorito ao Rubro-negro.

No Gauchão, a grande surpresa negativa continua sendo o Grêmio. Atual campeão da Libertadores, o Tricolor conquistou apenas uma vitória em seis jogos: um suado 2 a 1 contra o Brasil-RS, de virada, no meio da semana. Nos demais jogos, quatro derrotas e um empate. Restam cinco rodadas para que a equipe, que amarga a penúltima colocação, fuja da zona da degola e evite escrever uma página negra em sua história poucos meses após conquistar o continente. 

A campanha do Internacional também não é muito animadora. Depois de perder para o Brasil-RS no último domingo, o Colorado se recuperou na rodada do meio da semana, batendo o São José por 4 a 0. O time ocupa, agora, a terceira colocação, com 12 pontos, mesmo tendo um jogo a mais que o líder Caxias. Porém, o que preocupa é o desempenho da equipe, e não o risco de não passar da fase de grupos, pois, com um fórmula que prevê quartas-de-final, dos 12 times da competição, oito carimbam o passaporte para a próxima fase

Em marcha lenta
Em Santa Catarina, o campeonato está longe de uma definição. Foram disputadas apenas cinco rodadas de um total de 18. Por enquanto, não há nada de novo: Figueirense e Chapecoense ocupam as duas primeiras colocações, respectivamente, e hoje duelariam na final, em jogo único.

Em São Paulo, o Paulistão tem servido para os técnicos fazerem testes e as diretorias analisarem a necessidade de se investir em reforços, principalmente os times que vão encarar a Libertadores. Os quatro grandes lideram os seus grupos. O Palmeiras, apontado como favorito, devido aos investimentos, é o único invicto (15 pontos); o Corinthians também vem fazendo uma campanha de destaque (12 pontos), apesar do elenco mais modesto - o que, aliás, a equipe já havia realizado no ano passado, quando foi campeã paulista e faturou, também, o Brasileirão.

Santos e São Paulo, ainda que liderem os seus grupos, têm tido atuações vacilantes. O Tricolor, entretanto, abriu o cofre e trouxe reforços importantes. O Peixe é o time que, aparentemente, tem menos motivos para animar o torcedor. 


LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620


JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |