| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
ATLETISMO

Cleusa supera o desafio da Ultramaratona Brasil 153

Ela finalizou a prova antes das 48 horas, tempo limite

FOTOS DIVULGAÇÃO

Já passava das 8h30min da manhã deste sábado (16) quando a super atleta, Cleusa Varella, a popular Nega Keniana, moradora de Gaspar, cruzou a linha de chegada da Ultramaratona BR 153, uma das mais difíceis provas do mundo. Carregando aS bandeiras de Gaspar e do Brasil, Cleusa comemorou muito o resultado do maior desafio na sua longa e vitoriosa carreira no atletismo. O tempo oficial ainda não foi divulgado pela organização da prova, mas é praticamente certo que ela completou os 217 quilômetros abaixo das 48 horas, o que vai lhe garantir índice para participar da ultramaratona Vale da Morte, nos Estados Unidos. O nome da prova já diz tudo.


A Ultramaratona Brasil 153 foi disputada entre os estados de Minas Gerais e São Paulo em condições bastante adversas. A chuva foi impiedosa com os 200 atletas que encararam o desafio em quatro modalidades. Cleusa participou na modalidade Solo. A distância não foi problema, o obstáculo maior foi a topografia da região, repleta de montanhas. O percurso da BR 135 é praticamente todo de subidas e descidas, que inclui a Serra da Mantiqueira. É isto que faz da prova uma das mais desafiantes do planeta. Pela sua performance em outras provas de longa distância no Brasil, Cleusa foi convidada pela organização da BR 135 a participar. Ela treinou muito, subindo os morros dos bairros Alto Gasparinho e Belchior. Foram mais de seis meses de preparação.


Durante todo o percurso, Cleusa foi acompanhada por uma equipe de apoio de três atletas, entre eles o blumenauense Egon Prochnow, que já encarou a BR 153. Eles não podiam tocar na atleta, mas foram fundamentais no trabalho psicológico. Faltando 7km para o fim da ultramaratona, Cleusa simplesmente desabou, e visivelmente no limite das suas forças admitiu que não podia mais prosseguir. "Tá muito difícil, vocês não fazem ideia de como é difícil, eu não imaginei que fosse tão difícil", desabafa ela, chorando, no vídeo gravado por sua equipe de apoio. Mas, aí o trio do apoio fez a sua parte, num trabalho excepcional de incentivo. "Pensa na tua garra, na tua determinação, vai só curtindo, é hora de curtir a paisagem",. Incentivou um dos integrantes da equipe". E Cleusa foi em frente, a passos lentos em meio a lama que se formou por causa da chuva.  



Grupo de WhatsApp foi criado para acompanhar em tempo real a participação de Cleusa na prova


Cleusa passou as quase 48 horas de prova acordada. Essa era a estratégia, não dormir. Nos pontos de parada, ela apenas se alimentou e se reidratou. Neste momento, segundo uma das integrantes da sua equipe de apoio, ela descansa e mais tarde vai gravar um vídeo que será publicado no grupo de Whatsapp criado para acompanhar toda a performance da Nega Keniana na BR 153. "Ela vai agradecer todo o carinho e apoio que recebeu nestes dois dias de prova".














LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |