| ASSINE | ANUNCIE
Top_Bierlust.png

Quatro ingredientes e a pureza

10 Outubro 2014 15:12:36

malte

São quatro os ingredientes essenciais para a produção da cerveja. As cervejas puro malte, que seguem rigorosamente a lei alemã da pureza, têm apenas estes elementos em sua fórmula, enquanto as demais podem conter uma infinidade de outros ingredientes, como cacau, frutas e mel.

AA base é água, malte de cevada, lúpulo e fermento. Mudando o tipo de malte, a temperatura e os lúpulos, a combinação é quase infinita”, destaca o professor do curso de cerveja caseira da Escola Superior de Cerveja e Malte e cervejeiro profissional Carlo Giovanni Lapolli. Embora a Escola Alemã defenda o uso de apenas quatro ingredientes, as outras escolas cervejeiras não dão muito valor a tal lei da pureza e acrescentam novos ingredientes aos quatro essenciais na fabricação da bebida. Quando se entra no universo da cervejaria caseira, a variação de ingredientes torna-se ainda maior e é possível ver o uso de ingredientes um tanto inusitados. “Já vi usarem desde mel e frutas até marisco”, relata Lapolli.

Quem tem vontade de aprender a fabricar a própria cerveja precisa conhecer bem os ingredientes que vai utilizar. Precisa saber que o malte não é um ingrediente único. Existe uma grande variedade de malte e cada um serve melhor a determinado estilo de cerveja. É preciso, também, saber escolher o malte e dosar a quantidade de cada ingrediente para produzir a cerveja de acordo com o que se pretende. Hoje, devido ao mercado consumidor aquecido, tornou-se mais fácil encontrar a matéria-prima no Brasil. “Quando comecei a fazer cerveja em casa, tinha que comprar pela internet, hoje existem diversas lojas especializadas na venda destes produtos. Temos uma, inclusive, em Blumenau. Já encontramos malte-base feito no Brasil, porém os especiais ainda precisam ser importados. O lúpulo não tem produção comercial no Brasil, mas o fermento tem nacional”, conta o cervejeiro. Ele explica que a produção da cerveja caseira não sai muito cara quando a pessoa já possui todo o equipamento necessário. De acordo com Lapolli, o custo da matéria-prima sai por aproximadamente R$1 por litro.

Com mais pessoas interessadas na produção, estilos antigos e muitas vezes esquecidos têm sido resgatados pelos cervejeiros caseiros. Estas receitas, que antes estavam mortas, estão sendo redescobertas pela curiosidade destes cervejeiros, que estão sempre pesquisando à cata de algo diferente do que já experimentaram ou testaram em casa. Lapolli afirma que o interesse dos cervejeiros caseiros é diversificado. Enquanto alguns não vão muito além dos estilos e ingredientes mais conhecidos, outros têm a curiosidade de conhecer coisas novas e antigas. “Com isso, muitas receitas são resgatadas e cada uma delas tem sua própria história, num contexto que justifica sua criação”, argumenta Lapolli. 

Segundo ele, uma cerveja típica de uma cidade da Polônia não era produzida há 20 anos, porém voltou a ser fabricada devido a curiosidade dessas pessoas. Lapolli ressalta, ainda, que há uma série de detalhes e variáveis na produção de uma cerveja, mas que com a disponibilidade de ingredientes ficou muito mais fácil produzir a bebida caseira.

O que é malte?

Se você não é alemão e não consegue falar o palavrão que define uma cerveja feita de acordo com a lei da pureza, basta dizer que aquela bebida é puro malte. Mas, afinal, o que é um cereal maltado? Para um cereal ser considerado maltado, ele precisa ser germinado até certo ponto e então ter o processo de germinação cortado. O que diferencia um malte do outro é o cereal utilizado e o seu grau de torrefação. No caso da lei da pureza, o malte utilizado é o de cevada ou de trigo.

Imagens

AL-0003-15_eBanner4_180x300px_AZUL_(O).gif
BAIXE O CADERNO
bier.jpg



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620


JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |