| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
PANDEMIA

Pesquisa da Acig revela cenário positivo pós-Covid

Levantamento vai auxiliar entidade empresarial de Gaspar a traçar o perfil das áreas atingidas e a adotar ações de retomada


Foto: Arquivo Jornal Metas/

Mais da metade (62,2%) das empresas dos setores de serviços, indústria e comércio ouvidos pela Associação Empresarial de Gaspar (Acig) tiveram suas demandas ou produções comprometidas por conta da pandemia da COVID-19. Os números são apontados em uma pesquisa realizada pela entidade, em parceria com a secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico e Renda. Ao todo, entre agosto e setembro, 75 empresários do município foram consultados, de forma presencial e também virtual, com o objetivo de traçar as conseqüências da crise econômica passados cinco meses desde o início da pandemia.

"Por meio desta análise, os empreendedores vão auxiliar a Acig na elaboração de estratégias para o fortalecimento da economia local e retomada urgente das atividades, de forma que o segmento possa restabelecer o ritmo de produção, visando assim um cenário de mercado mais positivo para 2021", explica o presidente da entidade, Nelson Bornhausen.

Apesar das atividades comprometidas, a pesquisa trouxe dados positivos: 60,8% dos entrevistados afirmaram que não tiveram prejuízos financeiros junto aos credores e 58,1% não precisaram renegociar pagamentos com fornecedores. Além disso, 62,2% não tiveram necessidade de buscar recursos junto a instituições financeiras. Dos que precisaram de empréstimos, 24,3% conseguiram crédito e apenas 10,8% não tiveram o crédito liberado. Outro dado interessante é que 77% dos participantes da pesquisa não precisaram demitir funcionários. Mesmo os que afirmaram que precisaram demitir, o número de desligamentos foi baixo: 61,1 % apontaram que demitiram de 1 a 5 funcionários entre março e agosto; em contrapartida, 16,7% demitiram mais de 20 colaboradores no mesmo período.

Retomada  

A pesquisa também indicou uma expectativa positiva para os próximos meses: 59,5% já observam um aquecimento do seu ramo de atividade e uma retomada rápida da economia. Entre os maiores impactos da crise, os participantes apontaram baixo faturamento, dificuldades na reposição de mercadorias, além de aumento do valor e aumento do prazo de entrega destes produtos. A pesquisa completa pode ser conferida no portal da Acig: https://acigweb.com.br.



LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |