| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
MUDANÇA

Willian Anderson Lehmkuhl assume presidência da SCGÁS

Ele é engenheiro com quase 15 anos de empresa

Alexandre Melo
Foto
O grande desafio para a gestão de Lehmkuhl é a assinatura de um novo contrato de suprimento de gás naturaL / FOTO DIVULGAÇÃO

O engenheiro Willian Anderson Lehmkuhl é novo presidente da Companhia de Gás de Santa Catarina (SCGÁS). Ele substitui Cósme Polêse, o presidente mais longevo da empresa, que comandou a SCGÁS entre 2011 e 2019. A posse aconteceu na manhã desta quinta-feira (24). Com grandes mudanças no cenário nacional de gás natural, o novo presidente terá o desafio de colocar a empresa em um novo patamar.

A indicação de Lehmkuhl foi técnica. Ele é servidor da Companhia há quase 15 anos e representa o Estado nas instâncias internacionais de políticas para o gás natural. Em boa parte da gestão de Polêse, foi o braço direito da presidência nas questões técnicas da Companhia. Ele ocupava o cargo de assessor de segurança, meio ambiente e saúde.


O grande desafio para a gestão de Lehmkuhl é a assinatura de um novo contrato de suprimento de gás naturaL / FOTO DIVULGAÇÃO


O grande desafio para a gestão de Lehmkuhl é a assinatura de um novo contrato de suprimento de gás natural. O atual contrato, firmado com a Petrobras, encerra-se em março de 2020 e a estatal já anunciou que não deseja renovar. A SCGÁS, responsável pela distribuição de gás natural no Estado, precisa encontrar um novo fornecedor. Hoje, o produto vem da Bolívia por meio de gasodutos.

A troca de supridor será um marco na história da empresa. Prestes a fazer 25 anos de história, a Companhia poderá até quintuplicar a oferta de gás natural om o novo contrato e dar um salto na participação da economia catarinense. A empresa, em parceria com outras distribuidoras do Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país, lançou no ano passado uma chamada pública para contratação do gás. O processo está em fase de recebimento de propostas.

De saída


Ex-vice-prefeito de Lages, Polêse chegou à SCGÁS por indicação do PMDB. Esteve à frente da Companhia durante o governo de Raimundo Colombo e, posteriormente, Eduardo Pinho Moreira. "Sou muito grato pelos oito anos em que estive aqui. Encerra-se um ciclo da minha presença e ingressa um colaborador da Companhia. Talvez seja uma passo pequeno no sentido administrativo, mas é um passo gigantesco no sentido de pertencimento, da valorização, da competência do setor técnico", disse.

Ele reuniu-se com os diretores da empresa nesta quinta-feira. No discurso, lembrou das conquistas alcançadas nos últimos anos e na sequência de trabalho que deixará para a nova diretoria. Polêse deixará o comando da Companhia justamente em um dos anos mais importantes da empresa, o ano da assinatura do novo contrato. "Não deu para comer a sobremesa", brincou, "mas são circunstâncias que são da natureza do processo". Ele diz que, terminada a transição, vai buscar dar continuidade aos estudos na área de gás natural, provavelmente uma pós-graduação.

Chegando

Para Lehmkuhl, a prioridade será acelerar o plano de investimentos. A SCGÁS vai ter, em 2019, R$ 52 milhões para este fim. Segundo ele, o foco é concluir a rede estruturante em Lages atender clientes na fila de espera e dar seguimento ao projeto da Serra Catarinense. Hoje, a rede de gasodutos termina em Rio do Sul, e a meta é chegar à Serra com prazo de cinco anos. Os próximos municípios a receber a rede de gás são Trombudo Central e Pouso Redondo.

Além dos investimentos, diz, a gestão dará continuidade a outros processos internos. Entre eles, a finalização do processo de contratação de um novo supridor, a conclusão do estudo de restruturação organizacional da empresa, e a resolução de pendências jurídicas.

"É uma honra assumir a empresa neste momento, mas ciente de que vamos colher tudo que a gestão anterior fez. Muitos dos frutos são de sementes plantadas na gestão anterior. É uma oportunidade histórica de deixar uma marca, uma contribuição. Fica a minha homenagem ao Cósme, ao trabalho de longuíssimo prazo, que deixou a empresa em boas condições para que eu pudesse assumir", afirmou.



LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |