| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
TRAJETÓRIA

Círculo próxima dos 83 anos

Celebrações desta semana exaltam a importância dos colaboradores que fazem parte da história da empresa têxtil

Alexandre Melo
sss
Foto: sss
ss


Sede da Círculo há 83 anos, no bairro Coloninha, e de onde a empresa não pensa em sair / FOTO FÁBIO VENHORST

A mais gasparense das indústrias, a Círculo S.A, completa neste sábado, dia 23, 83 anos de fundação. As celebrações já começaram durante a semana, porém, elas são tímidas e com todos os cuidados em função da pandemia. Entre as ações, a empresa está contando um pouco da trajetória de alguns colaboradores de diferentes setores. Na sexta-feira (22), véspera do aniversário, a empresa vai servir almoço especial no restaurante da empresa, que funcionará em horário estendido e com todas as medidas de higiene para garantir a segurança.

Gigante no seu setor, a Círculo S/A é um marco importante no desenvolvimento econômico de Gaspar e, consequentemente, de Santa Catarina e do país. A indústria têxtil faz parte da vida de muitas famílias gasparenses, que viram a tradicional empresa se modificar e se modernizar com o tempo. Os fios e acessórios para trabalhos manuais da marca estão por todo o Brasil e são comercializados em mais de 20 países, com a qualidade, brasilidade e inovação presentes em seu DNA. "No contexto atual, vimos o artesanato evoluir muito rápido. Foi um salto na procura por nossos produtos para quem buscava uma atividade para empreender e equilibrar a saúde mental com o trabalho manual, que comprovadamente traz inúmeros benefícios. Além disso, aproveitamos para ampliar e reforçar ainda mais nossa marca nos canais digitais, nos aproximando de consumidores e nos destacando ao oferecer conteúdo acessível e de qualidade a todos os interessados no universo handmade comenta Osni de Oliveira Junior, diretor de Marketing da Círculo S/A.

Em seu mix, a Círculo S/A reúne mais de 500 produtos, com itens especializados para tricô, crochê, amigurumi, bordado e patchwork. O time de artesãos, formado por 14 profissionais parceiros, produz conteúdos para as plataformas digitais, com o objetivo de ensinar todos que querem aprender mais sobre as técnicas de artesanato. A empresa possui 1,7 mil colaboradores que acreditam no sonho e na missão da Círculo S/A, e que se dedicam em construir a sólida trajetória da marca. É o caso de Maria Bernadete da Silva, que já possui 46 anos de serviços prestados à empresa que faz parte de toda a sua família. "Estou na Círculo S/A há uma vida. Tudo o que tenho hoje eu conquistei nesse trabalho. A minha família toda trabalhou na Círculo S/A, por isso também o meu carinho por esta empresa é tão grande", revela a colaboradora do setor de agulhas. O depoimento de Bernadete, que resume um pouco dessa relação tão duradoura, faz parte da homenagem preparada pela Círculo S/A que está exposta no corredor de acesso ao restaurante da fábrica ao longo desta semana. Neste local, é exibido um mural com relatos de colaboradores de diferentes setores e com distintas trajetórias, de jovens aprendizes que se efetivaram e àqueles que já celebram décadas. O almoço especial aos trabalhadores encerra a semana comemorativa dos 83 anos da Círcula S.A.


A moderna Estação de Tratamento de Efluentes mostra a importância que a empresa dá para a questão ambiental / FOTO FÁBIO VENHORST

A história

Em 83 anos de atividades, calcula-se que mais de 25 mil trabalhadores ajudaram a erguer e manter até hoje a solidez da Círculo. Ao abrir as portas da empresa, no dia 23 de janeiro de 1938, numa modesta casa pertencente a um dos sócios Júlio Schramm (1905-1986) - o terceiro sócio era Willy Schossland, na Rua Coronel Artistiliano Ramos, no Centro de Gaspar, o filho de imigrantes suíços e nascido em Joinville-SC, Leopoldo Jorge Theodoro Schmalz (1909-1977) jamais imaginou que o seu empreendimento se tornaria uma das maiores indústrias têxteis do Brasil.

Formado em Mecânica Têxtil na Alemanha e ainda morando em São Paulo, três anos antes Schmalz já desenhava e executava os projetos das máquinas para a produção de linhas que futuramente usaria na sua indústria. A ideia era simples: fabricar e comercializar fios e linhas para trabalhos manuais e costuras, a partir do algodão. Até aí nenhuma novidade, pois o Vale do Itajaí despontava como um dos maiores pólos têxteis do País. Ao contrário do que se presumia, a cidade escolhida não foi Blumenau, onde as grandes empresas do setor haviam se instalado desde o fim do século XIX, mas a pequena Gaspar, recém emancipada e de característica agrícola. O que havia de indústria no município se resumia a pequenos engenhos para fabricar produtos artesanais. Com a Círculo, surgiu a possibilidade da ocupação da mão de obra, já que o trabalho na agricultura era difícil e não dava a rentabilidade para o sustento das numerosas famílias.     

 Situada entre as principais fornecedoras de fios para moda e decoração, a Círculo do século XXI esbanja vitalidade. Da "fábrica de linhas", carinhosamente assim chamada pelos moradores de Gaspar, sobrou muito pouco, pois a Círculo de hoje é uma convergência de novos conceitos, novos projetos e novos produtos para atacado e varejo. A empres se reinventou e aprendeu a caminhar em outros mercados economicamente férteis que a colocam em destaque nos cenários nacional e internacional. A Círculo possui o maior parque fabril de fios para artes manuais da América Latina e ocupa a primeira posição entre as arrecadadoras de impostos de Gaspar. 

A Círculo não reinventou a roda, apenas reforçou, nos últimos anos, conceitos e valores internos fundamentais para o seu sucesso e crescimento: tratar bem o cliente, consumidor, colaborador e a comunidade. Soma-se a isso, a capacidade de se adaptar ao mercado e de inovar. Agora, se existe algo a Círculo não abre mão é a vontade de permanecer em Gaspar, sua sede há 83 anos e de onde recebe o carinho e o reconhecimento da população. 


A Círculo tem um diversificado mix de mais de 500 produtos, com itens especializados para tricô, crochê, amigurumi, bordado e patchwork / FOTO FÁBIO VENHORST




Imagens


LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |