| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
REIVINDICAÇÕES

Acig cobra do Executivo demandas do 'Voz Única'

Programa, elaborado pela entidade, procura buscar soluções para carências como falta de vagas em creches e transporte coletivo no município

Alexandre Melo
Transporte coletivo é uma das demandas do "Voz Única" / FOTO ARQUIVO JORNAL METAS

O Voz Única, documento elaborado pela Associação Empresarial de Gaspar (ACIG) durante a pré-campanha eleitoral do ano passado e entregue a todos os candidatos a prefeito, voltou a ser discutido. O programa reúne as principais demandas apresentadas pela classe empresarial de Gaspar por meio de pesquisa. A primeira reunião de acompanhamento aconteceu nesta semana com a presença do prefeito Kleber Wan-Dall.

Três temas, escolhidos em reunião anterior, foram tratados e estão relacionados à revitalização de vias da cidade. A Avenida Frei Godofredo, de responsabilidade municipal, como parte do projeto do "Anel Viário Urbano", com previsão de revitalização ainda este ano. As outras duas vias são a Francisco Mastella e Rodovia Ivo Silveira, ambas estadualizadas. Sobre essas duas vias, o prefeito Kleber Wan-Dall disse que vem mantendo contatos com o Governo do Estado a fim de viabilizar as melhorias necessárias, mas não existe nada previsto até o momento. O presidente da ACIG, Edemar Ênio Wieser, disse que a entidade está disposta a priorizar o pedido destas demandas junto ao governador para que elas sejam realizadas o quanto antes.

Qualidade e quantidade do transporte coletivo também estiveram na pauta da reunião. O prefeito admitiu a falta de interesse das empresas de transporte nas licitações abertas pela prefeitura. Segundo Wan-Dall, os frequentes decretos estaduais editados no último ano, paralisando e reduzindo a capacidade do serviço, dificultaram e por vezes até inviabilizaram a operacionalidade das empresas do setor, tornando a situação insustentável financeiramente. Responsável pelo "Voz Única" na ACIG, Jonas Antônio de Miranda, disse que a entidade ainda aguarda um posicionamento do Executivo Municipal, que tem trabalhado para encontrar uma solução, inclusive com tratativas voltadas a viabilizar consultoria para elaboração de um estudo que apresente alternativas viáveis, contemplando a demanda e a extensão territorial da cidade. A entidade, inclusive, se comprometeu a realizar pesquisa com as empresas associadas, para levantar dados sobre o uso regular do transporte privado pela classe trabalhadora.

A última abordagem foi referente à disponibilidade de vagas integrais nas creches municipais, o que impacta diretamente no trabalho de muitas mães. Wan-Dall argumentou que a Prefeitura já conseguiu reduzir a fila de espera, que antes de assumir era de aproximadamente mil crianças. Hoje, de acordo com o chefe do Executivo, cerca de 300 crianças (número do final de 2020) aguardam por uma vaga em uma CDI da cidade. O prefeito chamou a atenção para o número de nascimentos de crianças todos os meses no município, cuja média é de 50 a 60 bebês. Sendo assim, os esforços do poder público estão em duas frentes: a construção de três novas creches e a possibilidade de compra de vagas em instituições particulares, ambas em análise nos setores responsáveis da Pefeitura.

Jonas disse que a conversa foi bastante produtiva, principalmente pelo fato do prefeito trazer esclarecimentos importantes sobre as ações e possibilidades dos pleitos apresentados. "É importante entendermos a complexidade das questões e avaliarmos como podemos contribuir para que as demandas possam sair do papel. Como entidade, temos o dever de fazer cobranças, mas também de oferecer alternativas para que as reivindicações sejam atendidas", acentuou.

O Programa

O Voz Única é um programa idealizado pela Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) e foi desenvolvido pela primeira vez em Gaspar. O documento tem caráter orientador e serve como base para que as entidades de classe cobrem posicionamentos do poder público nas cidades em que se aplica. A cartilha completa do Voz única de Gaspar pode ser conferida aqui.


LEIA TAMBÉM



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |