| ASSINE | ANUNCIE
| | | |
galo.png
COLUNA
Por Alexandre Melo | jornalismo3@jornalmetas.com.br

Dois hinos

Recebi ligação de uma pessoa que preferiu não ter o nome publicado esclarecendo que o hino do Tupi, que mencionei aqui na coluna passada, cuja dupla autoria é do conhecido Nego Lando (já falecido) e do Beirada, não se trata do hino oficial do clube gasparense. Esse é chamado de "Charanga do Tupi", que é uma espécie de hino popular, e que é o mais conhecido entre os torcedores. Esse hino será regravado pela banda Pirão Catarina. O hino oficial, que também será regravado pela banda gasparense, me informa o presidente Ciro Quintino, tem letra de Trajano Margarida e arranjo musical do maestro Raymundo Bridon. A partitura original é de janeiro de1945 e ficou durante muitos anos em posse do ex-maestro da banda São Pedro, João Batista Bohn, que faleceu em 2018. Em 2009, a partitura foi entregue à diretoria do clube. 

Patotas

O segundo semestre será movimentado no futebol suíço da cidade. Dois campeonatos começam nas próximas semanas e outro termina. A tradicional Taça Point Calçados/FME/89FM começa no dia 31 de agosto em sua histórica 20ª edição. Outro campeonato que também começa em agosto é o Patotas do Campo da Hora, com data prevista para início no dia 24 de agosto. Já o Torneio de Inverno do Sete de Setembro termina no próximo sábado, dia 17 com a disputa entre Força Jovem x Quinta Livre, a partir das 16h. Também haverá o confronto pelo terceiro lugar entre Ajax x Tubos LZ. Portanto, futebol é que não vai faltar.

Bocha

Acontece nesta quarta-feira (14), a partir das 19h30min, mais uma rodada do Campeonato Municipal de Bocha Entre Sociedade. Os jogos são os seguintes: Cancha Agenor x Cancha Daniel; Cancha Tomazinho x Cancha Roni; Cancha odo Dile x Cancha Fla/Gaspar; Cancha Mitinho x Cancha Maria; Cancha Cruzeiro x Cancha Marola.

O VAR 

O VAR, árbitro de vídeo, anda tão polêmico que até o chefe de arbitragem da CBF, o gaúcho Leonardo Gaciba, classificou alguns árbitros brasileiros de cabeçudos. "A gente tem que falar dez, quinze vezes a mesma coisa para entrar na cabeça", disparou o ex-árbitro. De fato, o VAR veio para auxiliar, mas está tomando conta dos lances mais polêmicos e alguns árbitros, não sei se os cabeçudos de fato, tão jogando a responsabilidade da decisão para o VAR, quando, na verdade, a decisão precisa ser de quem comanda o espetáculo. O mesmo vale para os auxiliares, esses nem se fala. Nos lances mais polêmicos estão se omitindo de levantar a bandeira, deixando a decisão para o árbitro de vídeo. Se continuar assim, só um apitador será suficiente em campo.



LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |