| ASSINE | ANUNCIE
galo.png
COLUNA
Por Alexandre Melo | jornalismo3@jornalmetas.com.br

Brasileirão sem VAR

06 Novembro 2018 21:46:00

Com diz o Pedro Ernesto, radialista gaúcho, "a banca paga, mas também cobra". Ele se referia ao erro do juiz que manteve o campeonato brasileiro com alguma emoção na próxima rodada. O pênalti assinalado contra o Atlético-PR não existiu. O Internacional acabou vencendo por 2 a 1, num jogo em que se tivesse perdido, como de fato estava, não seria nenhuma injustiça. Portanto, fica a lição que os árbitros erram para os dois lados porque são seres humanos, não estão rodeados de câmeras de TV. Se o torcedor imaginasse o que é acompanhar um jogo de futebol de dentro do campo iria saber o que sofrem os árbitros. Por isso, o VAR é a solução para ajudar os árbitros e tornarem os resultados de campo mais justos, ou então, que se mude as regras do futebol.

SC na Série A

O Fortaleza, treinado pelo ex-goleiro e ídolo do São Paulo, Rogério Ceni, está de volta à Série A do Campeonato Brasileiro depois de 12 anos. O time garantiu classificação matemática com quatro rodadas de antecipação. A conquista é emblemática, porque o time este ano completa 100 anos de atividades. O coroamento da campanha deve vir com a conquista do título da Série B, que está bem próxima. Já o futebol de Santa Catarina deve ter representante na Série A, mesmo que a Chapecoense caia (hoje é a penúltima). Isto porque, o Avaí está bem próximo de carimbar a sua volta à elite do futebol. Já Figueirense e Criciúma vão ficar mais um ano na Segunda Divisão. 

Taça Point sem Gaspar

Pela primeira vez, Gaspar está fora das semifinais da Taça Point/FMEL Gaspar. Uma pena, mas acho que em parte essa ausência se deve à redução do número de equipes e à qualidade das equipes "de fora". Mesmo assim, ainda tem algumas equipes na competição que tem jogador de Gaspar. Portanto, motivos existem para o torcedor acompanhar os jogos da semifinais, no próximo sábado (10), e a grande final. Favoritos? Não sei, mas acho que os dois melhores times vão jogar na semifinal: Vale Parabrisas e Loes. Dessa semifinal sai o favorito ao título. 

Uma pista de atletismo

Estava lá nas areias de Balneário Camboriú disputando mais uma corrida (5km) e vi a Demaris de Castro, atleta aqui de Gaspar (Assessoria Cleiton Costa), conquistar mais uma vitória. Ela venceu, com certa facilidade, a prova feminina dos 10km. Demaris é exemplo de persistência. Era uma pessoa de academia até que um dia decidiu correr, e hoje faz sucesso. Por aqui temos ainda a Cleusa Varella, a Nega Queniana; e o Fabiano Carvalho Leite, o Binho; que levam o nome de Gaspar para vários cantos do Brasil, além dos inoxidáveis Buluca, Conick e Salvador, que seguem competindo em provas de curta e longa distância. Enfim, Gaspar começa a se destacar em corridas de rua. E um dos motivos pode estar nos vários locais para treinos que existem nas áreas mais afastadas da cidade. Só nos falta mesmo é uma pista de atletismo.  


LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |




JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620