| ASSINE | ANUNCIE
| | | |

direitos.jpg
COLUNA
Por Simone Makki
Veja todas os artigos desta coluna

SEGURO DPVAT

26 Novembro 2018 14:32:00

Estive presente no dia 8 de novembro, na cidade de São Paulo, no primeiro encontro do Seguro DPVAT, a convite da Seguradora Líder.  

O encontro teve por objetivo a aproximação da Seguradora Líder com os Procons de todas as regiões do Brasil, no sentido de reunir esforços para facilitar o acesso do usuário ao seguro, diminuindo a burocracia, evitando ao máximo a intervenção de intermediários, como forma de coibir as fraudes e diminuir o tempo para a obtenção do seguro.

Aproveitando então esta oportunidade, esclareço adiante, as principais dúvidas dos consumidores sobre o assunto.

O que é o Seguro DPVAT?

É um seguro que todos os donos de veículos pagam e serve para indenizar qualquer vítima de acidentes de trânsito, seja motorista, passageiro do veículo ou pedestre. Toda pessoa que sofrer um acidente no trânsito, causado por um veículo terrestre, tem direito à indenização em caso de morte, invalidez permanente ou reembolso de despesas médicas.

A indenização pelo seguro DPVAT é um direito dos 218 milhões de brasileiros, mesmo sem apuração de culpa, constituindo um instrumento de proteção social e muito não sabem deste direito.

Qual o valor de indenização do Seguro DPVAT?

O valor das indenizações é de R$ 13.500 em caso de morte, de até R$ 13.500 por invalidez permanente e de até R$ 2.700 para despesas médicas.

Quem pode acionar o Seguro DPVAT para receber indenização?

Em caso de invalidez permanente ou reembolso de despesas médicas, a própria vítima do acidente pode acionar o seguro. Em caso de morte, o cônjuge ou os herdeiros legais podem pedir a indenização.

O processo para receber o seguro é bem simples e não precisa da ajuda de terceiros. Faça você mesmo para evitar fraudes e pagamento de taxas desnecessárias.

Como acionar o seguro?

Para pedir a indenização do Seguro DPVAT você precisa ir até um dos postos de atendimento e levar os documentos necessários:

- Em caso de morte: certidão de óbito, Boletim de Ocorrência e documento que comprove o parentesco com a vítima do acidente.

- Em caso de invalidez permanente: Boletim de Ocorrência e laudo do Instituto Médico Legal que descreva as lesões da vítima.

- Em caso de despesas médicas: Boletim de ocorrência com o nome do hospital, ambulatório, ou médico assistente que prestou o primeiro atendimento à vítima, além de algum documento que comprove que as despesas foram gastas com o atendimento da vítima de acidente envolvendo veículo terrestre e os comprovantes de pagamento das despesas.



JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

| | | |

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 |